As vantagens da fatura eletrónica, a nova obrigação em Portugal

pt Lisboa, 23 de maio de 2019

O passado 18 de abril, a Administração e os Institutos Públicos portugueses aceitaram a obrigação de recepção de faturas eletrónicas por parte dos seus fornecedores. Os Órgãos de Soberania, as Autarquias Locais e as Entidades Administrativas Independentes, estarão obrigadas a partir de 18 de abril de 2020, de acordo com o estabelecido pela Autoridade Tributária e Aduaneira.

O 18 de abril de 2020 também é a data fixada para que as grandes empresas (mais de 250 funcionários) comecem a emitir faturas eletrónicas, enquanto as microempresas (10 funcionários) e as PME (menos de 250 funcionários) terão uma margem adicional de quase 9 meses, hasta o 1 de janeiro de 2021.

Assim, Portugal incorpora a Diretiva 2014/55/EU sobre a fatura eletrónica na Europa. Esta nova iniciativa, lançada pela Autoridade Tributária e Aduaneira, impulsará a utilização da e-fatura em todos os domínios de atividade económica.

A fatura eletrónica tem muitas vantagens para a Administração Pública, para as empresas e para a sociedade. Entre elas, destaca-se a diminuição de custos e o aumento da produtividade nas empresas, garantindo a poupança de tempo e reduzindo as tarefas.

Além disso, a fatura eletrónica é um documento totalmente acessível, está disponível em qualquer momento e pode-se consultar de maneira pronta e simples. A e-fatura encontra-se em diferentes formatos (pdf, html, jpg, etc.) para responder a diferentes necessidades.

Outro ponto importante é que as faturas eletrónicas não requerem de um local físico de armazenamento, eliminando assim a necessidade de ter um espaço especifico, os custos de aluguer, de eletricidade, etc.

A pegada digital, incluída na faturação eletrónica, diminui a possibilidade de fraudes e a falsificação de documentos. Além de estar baseada num sistema muito seguro, a fatura eletrónica garante a integridade e autenticação do emissor.

Por último, cabe destacar que a fatura eletrónica pressupõe um compromisso não só com a própria empresa e os seus trabalhadores, más também com o meio ambiente. Com a utilização da fatura eletrónica poupam-se enormes quantidades de papel, tinta e energia. Portanto, também são eliminados os custos relacionados com a emissão de faturas em papel.

 

Obtenham mais informações

Fatura Eletrónica em Portugal