Portugal continua a adaptar-se à Fatura Eletrónica

pt Lisboa, 18 de setembro de 2018

A partir de 1 de janeiro de 2019, Portugal obrigará a utilização da fatura eletrónica para todas as faturas enviadas às administrações públicas, conforme previsto no artigo 299º-B do Código de Contratação Pública sobre a faturação eletrónica. Ou seja, a partir dessa data, apenas será aceite a fatura eletrónica nos contratos públicos.

O modelo definido pelas autoridades portuguesas será muito semelhante ao já existente noutros países europeus, tal como Espanha, França ou Itália; onde os governos desenvolveram uma plataforma para receber e enviar faturas eletrónicas.

Neste sentido, Portugal terá um portal de faturação para todas as entidades públicas (centrais, locais, regionais e empresariais) às quais as empresas deverão conectar-se para emitir as suas faturas; e que só poderão ser geradas de acordo com as normas já aprovadas pela União Europeia.

Para adaptar-se a esta realidade, as empresas deverão adquirir um serviço de faturação eletrónica através de um prestador de serviços como a SERES, que abrange a totalidade das necessidades da empresa; garantindo a interação eficiente tanto com as Administrações Públicas como também com as restantes empresas, não só nacionais, mas também de qualquer parte do mundo, oferecendo conectividade, mecanismos de transporte, rastreabilidade, visibilidade, integração e segurança, atuando como parceiro de confiança na transformação digital das empresas.

Obtenham mais informações

Fatura Eletrónica em Portugal